PARTITURAS - cânticos e suplementos - gratis

Baixa as partituras de nossos cânticos e suplementos


A Evolução da Carne

"Ora, as obras da carne são conhecidas e são: [...] inimizades, porfias, ciúmes, iras discórdias, dissenções, facções, invejas [...] e coisas semelhantes a estas, a respeito das quais eu vos declaro, com já, outrora, vos preveni, que não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam" (Gálatas 5:19-21).
      O apóstolo Paulo nos leva a reconhecer as obras da carne mediante sua manifestação. Ele usa uma sequência de palavras que nos permite ver uma escalada, uma espécie de evolução da carne. A primeira palavra é inimizade. A inimizade surge quando uma pessoa se encontra em oposição a alguma coisa ou a alguém. Depois disso, ela começa a porfiar, isto é, usar palavra hostis e agressivas para contender, debater e discutir com veemência.
    Depois surge o ciúme, que pode indicar excesso de zelo. Nesse estágio da atividade da carne, a mente começa a ferver, é como se ela atingisse altas temperaturas, borbulhasse e

Eu quero compartilhar essa riqueza com você!!!

Oi, gente,
 
Comecei a ler o livro Sucesso e Fracasso de um Líder. Fiquei impressionada já nas primeiras páginas e passo algumas partes para o desfrute de vocês:
 
O tema do cap. 1 é "Se desejamos servir ao Senhor, devemos permitir-lhe trabalhar profundamente em nós".
 
O trabalhar de Deus em seus escolhidos é necessário porque Ele precisa de líderes adequados (bem, não pensem líder apenas o "pastor", cada um de nós pode ser um líder em vários ambientes). Quem está disposto? Após as várias quedas do homem,  Deus escolheu a Abraão para levá-lo à terra de Canaã. Abraão levou seu sobrinho Ló, ao qual permitiu escolher a porção que desejava da terra que Deus o havia dado. Ló optou pela campina do Jordão, melhor terra, geograficamente falando, porém com maior facilidade para o caminho de Sodoma, onde superabundava o pecado. E aí o texto do livro diz o seguinte:
 
"Há uma importante lição para aprendermos aqui. Normalmente, também

Pepitas da Reunião de domingo

Hoje em dia todos gostam de tirar foto. E muitos são os programas para melhorar a aparência das pessoas. Aplicando isto ao campo espiritual, consideramos a Palavra do Senhor como o iluminar do raio-x. Que a Palavra do Senhor possa nos impressionar profundamente, mudando nossa vida.

Uma determinada irmã que tinha compulsão por compras, pedindo ajuda, foi aconselhada a invocar o nome do Senhor. E esta disse que fazia isto todas as vezes que estava fazendo compras. Inquirida de como ela invocava o nome do Senhor. Se percebeu que ela invocava de modo superficial. Amados invoquemos com mais intensidade e com coração puro. E certamente o Senhor que é rico para com todos os que O invocam, nos suprirá.

Comparemos nosso desfrute ao Senhor como um banqueiro que disponibilizou a seus filhos um cartão de crédito disponível. Que faremos nós? Quanto de desfrute temos usufruído.

Sejamos simples em contatar as pessoas, tornando acessível a Palavra de Deus.

As pessoas nos procuram para a serem ajudadas, e muitas vezes já damos a receita para os problemas. Amados vamos ajudar as pessoas a se achegarem a Deus. Levemos os outros a orarem, a invocarem. 

A maneira de sair da doutrina de invocar o nome do Senhor, é praticar invocar o nome do Senhor.

O que nos sustenta é a Palavra. Vamos ler a Palavra diariamente. Como sugestão eis a tabela de leitura - link

Continue orando pelos seus. Não esqueça dos seus. Anucie-lhe todas as coisas que Ele te fez e como teve compaixão de ti. Marcos 5:19-20.

Aonde você estiver, vamos espalhar a Palavra do Senhor.

Breve compartilhar

Deus precisa preparar líderes, mas não pode utilizar pessoas cheias de seu temperamento e caráter naturais. Por isso foi necessário que Moisés passasse um tempo, também de quarenta anos, no deserto (At 7:30).
Esse mesmo princípio se aplica a nós hoje, em nosso serviço ao Senhor: nossa capacidade natural precisa morrer”.
O primeiro casal na Bíblia foi Adão e Eva. Será que apenas Adão servia o Senhor? Deus comissionou os dois para cuidarem do jardim do Éden”.
Nós, que somos servos de Deus, não podemos ter ambição, como Satanás teve, de querer ser superior a outros.

Texto extraído do livro: Servos de Deus bons, fiéis e prudentes.